Grupo da reforma tributária ouve demandas da indústria e do agronegócio na próxima terça

O grupo de trabalho da reforma tributária promove audiência pública nesta terça-feira (28) com representantes da indústria e do agronegócio. O grupo discute as propostas de emenda à Constituição 45/19, da Câmara, e 110/19, do Senado. O debate foi proposto pelos deputados Sidney Leite (PSD-AM), Vitor Lippi (PSDB-SP), Newton Cardoso Jr (MDB-MG) e Mauro Benevides Filho (PDT-CE).
Renato Araújo/Câmara dos Deputados
Audiência pública - Melhores Práticas Internacionais de Tributação sobre o Consumo. Consultor em Economia, Antônio Lício
Grupo reunido neste mês para conhecer boas práticas internacionais de tributação

"Uma reforma tributária eficaz requer um amplo debate e discussão entre todos os interessados, incluindo o governo, os empresários, os especialistas em tributação e a sociedade civil em geral", afirma Sidney Leite.

Vitor Lippi ressalta que é preciso conhecer as dificuldades enfrentadas pelo setor industrial. Já Newton Cardoso Jr afirma que o setor agropecuário teme o aumento da carga tributária, o que poderia prejudicar a competitividade e a rentabilidade do setor.

Debatedores Foram convidados, entre outros: - o coordenador do Núcleo Econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Renato Conchon; - o diretor-executivo na Associação Brasileira de Laticínios - Viva Lácteos, Gustavo Beduschi; - o conselheiro emérito da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto; e - a subsecretária de Política Fiscal na Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Débora Freire Cardoso.

A audiência será realizada no plenário 2, a partir das 14h30.

Grupo de trabalho Criado no dia 15 de fevereiro na Câmara dos Deputados, o grupo de trabalho da reforma tributária tem o prazo de 90 dias para concluir os trabalhos, podendo ser prorrogado a pedido.

O colegiado é coordenado pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG). O relator é o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que também relatou a PEC 45/19 na legislatura passada.

Fonte: https://www.camara.leg.br/

Iniciar conversa
1
Podemos ajudar?
Olá, podemos ajudar?